Freudenberg-NOK dá início à quinta turma do seu curso profissionalizante

Diadema, 13 de Maio de 2013 – Os 40 alunos novos do “Aprender para Transformar”, o curso profissionalizante da Freudenberg-NOK América de Sul para os jovens de Diadema (SP), onde está localizada a unidade brasileira da empresa, começam suas atividades em maio. Entre jovens com idades de 16 a 18 anos, filhos de colaboradores e moradores do entorno da fábrica, com escolaridade a partir do 9º ano do ensino fundamental e renda familiar de até quatro salários mínimos, os alunos foram selecionados entre mais de 150 jovens inscritos no programa.

Nas quatro edições anteriores, o projeto formou um total de 144 alunos, dos quais 17% foram contratados para vários departamentos da própria companhia. “Além dos jovens que contratamos, outro excelente resultado do programa é o grande número de jovens que encontraram oportunidades de trabalho em diversas empresas da região. Isso mostra que estamos no caminho certo ao investirmos na difusão do conhecimento para melhorar as perspectivas de futuro dos jovens da nossa região. Acreditamos que a educação é fundamental para a inserção no mercado de trabalho”, comenta o presidente da Freudenberg-NOK América do Sul, George Rugitsky; no Brasil, os alunos do programa que foram contratados se juntaram à equipe local de cerca de 500 colaboradores dedicados à produção de retentores, selos, kit de vedação e juntas.

 

Empresa faz cerimônia para formatura da quarta turma
A cerimônia de formatura dos 34 jovens que concluíram a quarta edição do “Aprender para Transformar” aconteceu em 3 de abril, em um restaurante de São Bernardo do Campo (SP). No evento, os formandos receberam o certificado de conclusão do curso das mãos dos professores (educadores voluntários) e de importantes executivos da empresa, como o George Rugitsky. “Este projeto é a melhor forma de retribuir o apoio da comunidade que nos acolhe. Por meio da educação, nosso esforço tem objetivo de gerar ferramentas para melhorar a empregabilidade e a remuneração no início da carreira dos jovens da região”, comenta.

O curso profissionalizante da empresa, subsidiária da líder mundial em vedações, envolve uma série de conhecimentos importantes. As aulas, ministradas por especialistas da própria organização, vão desde temas ligados à qualificação técnica em várias áreas da indústria, como operação de máquinas, marketing, administração, até aqueles relacionados a relacionamento pessoal, etiqueta, meio ambiente etc. “O conteúdo programático relaciona o máximo de fatores da capacitação profissional e do ambiente de trabalho do qual os jovens participarão no futuro. Além disso, é uma importante bagagem cultural para que os jovens se tornem agentes multiplicadores de conhecimento à medida que expandem o aprendizado para as famílias e para a comunidade”, comenta Luiz Freitas, diretor de marketing da empresa na América do Sul.

Freitas conta que, para se formar, os alunos devem desenvolver Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) e submetê-los à avaliação da banca examinadora composta por executivos e técnicos da própria empresa. “O TCC, nos mesmos moldes dos cursos de graduação, representa um estímulo a mais para os alunos se desenvolverem profissionalmente, pois eles são avaliados por profissionais de uma grande organização global reconhecida em todo o mundo pela inovação e alta tecnologia dos produtos que fabrica”, ressalta.

 

Programa cria uma nova geração de educadores voluntários
Uma das pessoas que se formaram na última edição é Gabriela Hernandez da Silva, de 16 anos, contratada em 2 de abril como assistente do departamento de Saúde, Meio Ambiente e Segurança em 2 de abril. Animada com o início das suas atividades na empresa, ela já se inscreveu como educadora voluntária para a edição deste ano. “Aprendi muitas coisas novas no curso e tenho uma grande expectativa de dividir com os novos alunos um pouco do meu aprendizado”, comenta a jovem moradora de Diadema.

Gabriela conta que está muito feliz com a oportunidade de atuar em uma grande empresa, onde ela poderá conhecer de perto a rotina de diversas profissões. Segundo ela, isso facilitará a escolha da sua profissão. “Como já estou me preparando para entrar para a universidade, o trabalho em uma grande empresa vai facilitar o processo de escolha do curso da graduação”, conta, animada, a jovem que informou ter gostado muito das aulas de marketing e contabilidade do Aprender para Transformar.